Campo de ID oculto

O ID é único, incremental e não repetível.

Cada registro tem um ID único no Jestor

Quando você cria uma tabela, cada registro tem um id, que é basicamente o número da linha do registro no banco de dados. Como tal, esse id é único, incremental e não repetível.

Por exemplo, digamos que você crie uma tabela chamada Clientes.

  1. Você cria o primeiro registro, um cliente chamado Andrew. Este registro terá id = 1.
  2. Você cria o segundo registro, um cliente chamado Matthew. Este registro terá id = 2.
  3. Você exclui o registro de Matthew e cria um novo registro para um cliente chamado Nathalie. Este registro terá id = 3, *apesar de você ter deletado o registro anterior.

Como você pode ver, um id nunca será reutilizado, mesmo que um registro seja excluído.

Os ids de registro são muito importantes para buscar e atualizar informações dentro do Jestor, sendo usados em métodos como Jestor.loadData() e Jestor.update(), bem como ao lidar com integrações de API.

Uma maneira fácil de verificar o id do registro através da interface é abrindo o registro. A URL terá o id do registro aberto.

Nome da API do id

O campo id sempre seguirá a nomenclatura abaixo:

id_api_name_of_the_table

Como exemplo, na tabela Clientes da seção anterior, o campo id seria id_clients. Se você tivesse uma tabela de Novos Leads, o campo id seria id_new_leads.

É importante verificar o nome da API da tabela na área de Desenvolvimento, pois nem sempre será tão simples como convertê-lo para minúsculas e substituir espaços por sublinhados, principalmente se você tiver tabelas com o mesmo nome ou criadas originalmente com um nome diferente.


What’s Next